Como ler e entender artigos científicos: Um guia para não-cientistas

30 August 2014  |  Postado em Dicas para Autores, Learn something new just got a lot easier   |  Sem Comentário  |  Faça um Comentário

Artigos CientíficosLer artigos científicos é algo que muitas pessoas em algum momento precisam fazer, mesmo não sendo um pesquisador.

Geralmente, não-cientistas precisam consultar artigos científicos durante o período de formação acadêmica e, embora estes sejam textos mais densos que aqueles jornalísticos ou ensaísticos, a atividade não precisa ser uma tortura e pode ser simplificada com algumas dicas simples.

Entenda a estrutura básica: um dos aspectos que facilita a leitura de artigos científicos é a padronização de sua estrutura geral, peculiar ao tipo de raciocínio que a ciência propõe. Geralmente os artigos apresentam consecutivamente as seguintes partes: resumo, introdução, fundamentação teórica, metodologia/métodos, resultados e apresentação de resultados/conclusão. Esses tópicos muitas vezes não são nomeados de acordo ao que apresentam estruturalmente (e sim ao que apresentam textualmente), mas aparecem dispostos nesta ordem, que é a ordem de evolução do raciocínio.

Identifique qual o problema de pesquisa e hipótese do artigo: todo trabalho de pesquisa busca solucionar um problema e constrói para isso uma hipótese que o guiará nesta busca. Identificar estes dois pontos é fundamental para entender a lógica de evolução do artigo, desde a apresentação de sua fundamentação teórica até as conclusões às quais chega. Tanto o problema de pesquisa quanto a hipótese costumam ser sintetizados no resumo e apresentados logo na introdução – exatamente para guiar os leitores. É na introdução também que você descobrirá se o conteúdo do artigo é exatamente aquilo que você busca ou não.

Identifique a principal linha teórica: o meio acadêmico é vasto e um mesmo tópico pode ser explorado através de várias linhas teóricas. A linha teórica à qual o autor do artigo se filia é o fio condutor do artigo e é importante entendê-la para compreender como as questões exploradas no artigo serão analisadas. Vale ampliar a pesquisa e consultar os textos que o autor utiliza como fonte para entender melhor seus argumentos.

Identifique a metodologia: se a linha teórica é o fio condutor de artigos científicos, a metodologia é seu motor, é onde tudo se conecta para viabilizar a análise da contribuição do pesquisador. A metodologia geralmente vem apresentada no miolo do artigo articulada com a fundamentação teórica (conjunto teórico que sustenta o argumento do autor). Em linhas gerais, podemos dizer que enquanto a fundamentação teórica apresenta os “porquês” do problema, a metodologia sustenta como o mesmo pode ser resolvido.

Avalie a conclusão e volte ao início: dada a densidade do trabalho, é fácil se perder tanto escrevendo quanto lendo artigos científicos, por isso, não se iluda achando que todo artigo é um projeto bem sucedido e que dá conta daquilo que prometeu. Um trabalho acadêmico é, antes de mais nada, a tentativa de solucionar um problema de pesquisa, tentativa esta que pode ou não ser bem sucedida. Por isso é fundamental ao final de sua leitura analisar a conclusão e depois voltar à introdução para verificar se os resultados do artigo estão alinhados à sua proposta.

Não se atenha a uma única fonte: por melhor estruturado e bem desenvolvido que seja um trabalho de pesquisa, ele nunca esgota todas as questões pertinentes ao problema que busca resolver (e por isso a ciência nunca para de evoluir), apresentando apenas o ponto de vista de seu autor e da linha teórica que este escolheu. Para ampliar sua visão sobre um tema e sobre o próprio fazer científico, consulte outros artigos que se proponham a trabalhar o mesmo problema de pesquisa dentro da mesma linha teórica ou de outras linhas. Se houver, consulte também resenhas críticas sobre o artigo que acabou de ler para entender como uma argumentação acadêmica pode ser avaliada e desconstruída criticamente.

Faça anotações à proporção em que for lendo o artigo: a melhor forma de compreender artigos científicos – especialmente para não-cientistas – é fazer anotações sobre as ideias principais apresentadas nas principais partes do texto com suas próprias palavras. Faça isso à proporção em que for lendo o artigo e ao final leia seu resumo para ver se ele se adequa àquilo que você apreendeu.

Anterior
Por que universidades não têm retorno ao criarem suas publicações científicas?
Próximo
Autoria Acadêmica – Ordem & Regras

Escreva seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *