17

Questões relevantes para uma revisão da literatura completa

A avaliação do estado do conhecimento através de uma revisão da literatura é essencial para todas as fases de uma pesquisa bem-sucedida. Como cientista, você frequentemente precisará relatar o que já foi publicado acerca de um determinado tópico, seja essa publicação um manuscrito científico ou parte de um relatório, tese ou proposta de projeto. No entanto, a revisão da literatura não deve ser encarada apenas como “algo que você precisa fazer” por ser um pesquisador. Além de ampliar seu conhecimento sobre o assunto, a escrita da revisão permite que você desenvolva e aperfeiçoe habilidades importantes como a busca por informações e o pensamento crítico.

De modo resumido, seu objetivo ao escrever uma revisão da literatura é construir um argumento que explique porque a pergunta científica da sua pesquisa é interessante, enquanto transmite ao leitor quais conhecimentos já foram estabelecidos a respeito do tema e quais são seus pontos fortes e fracos.

Preparando para redação de revisão

Ao se preparar para a escrita da revisão, algumas perguntas úteis a se fazer são as seguintes:

  1. Qual questão específica quero ajudar a esclarecer com a minha revisão da literatura?
  2. Qual é o tipo de revisão que pretendo conduzir? Meu foco está em questões teóricas ou metodológicas? Em pesquisas qualitativas ou quantitativas?
  3. Como minha revisão será organizada? Quais títulos de seção posso utilizar?
  4. Qual é o escopo da minha revisão? Que tipo de publicação irei incluir?
  5. Como a minha própria pesquisa se encaixa no que já foi feito até o momento?

Como organizar uma estrutura de revisão

Para começar a organizar a estrutura da revisão, é necessário entender as conexões entre as fontes que você leu, procurando por tendências, contradições, publicações essenciais e lacunas. Nesse momento, pergunte-se:

  1. Uma determinada abordagem parece se tornar mais ou menos popular com o tempo?
  2. Quais conceitos são recorrentes na literatura?
  3. Em que pontos as fontes consultadas discordam?
  4. Existem teorias ou estudos considerados divisores de águas no campo em questão?
  5. Existem lacunas na literatura? Existem pontos fracos que precisam de correção?

Como identificar informações de alta qualidade

A identificação de informações de alta qualidade para incluir na sua revisão é um ponto crucial e, muitas vezes, pode ser um desafio. A Universidade de Bradford disponibiliza um checklist bastante útil para ajudar a determinar o propósito e a cobertura dos trabalhos a serem incluídos em uma revisão. Além disso, perguntas pertinentes que você pode fazer para criticar a literatura de forma eficiente incluem:

    1. Os autores formularam uma questão interessante e claramente definida? Quais são os conceitos-chave?
    2. O problema poderia ter sido abordado de forma mais eficaz através de outra perspectiva? Qual é a fundamentação teórica dos autores?
    3. Quais são as principais teorias, modelos e métodos apresentados? A pesquisa usa conhecimentos estabelecidos ou adota uma abordagem inovadora?
    4. Os autores avaliaram a literatura disponível, incluindo as que assumem posições contrárias à que estão defendendo?
    5. Quais são os resultados? As medições são precisas e válidas para a questão abordada? A análise de dados é clara?
    6. Quais são as conclusões? Elas estão de acordo com os dados e análises apresentados?
    7. Como os autores estruturaram o argumento? Você consegue desconstruí-lo para verificar se há alguma quebra de raciocínio lógico?
    8. De que forma o trabalho contribui para uma melhor compreensão do problema estudado? Quais são seus pontos fortes e limitações?
    9. Como esse estudo se relaciona com o restante da literatura da área? Ele confirma, acrescenta ou desafia o conhecimento pré-estabelecido?
    10. Como a publicação está relacionada à questão específica que estou desenvolvendo com a minha pesquisa?

 

A revisão da literatura deve demonstrar que você domina o assunto o bastante para ser considerado o especialista da pesquisa que está propondo. No entanto, à medida que o volume de pesquisas acadêmicas publicadas continua aumentando, a revisão que precisa ser realizada para estabelecer sua expertise também aumenta, de modo que muitas vezes pode ser difícil saber quanto material é suficiente para a sua pesquisa. Ferramentas automatizadas podem te ajudar a se manter atualizado com a literatura, mas lembre-se de focar nos seus termos de pesquisa e palavras-chave para delimitar sua pesquisa e evitar ser bombardeado por novas informações a todo momento, o que pode acabar comprometendo sua análise de dados. Uma orientação bastante valiosa é sempre priorizar qualidade ao invés de quantidade. Contudo, você pode ter uma noção se já explorou as fontes de literature de forma eficaz se fazendo as seguintes perguntas:

  1. Você pesquisou em bancos de dados na sua área? E em bancos de dados multidisciplinares? Utilizou o Google Scholar?
  2. Você pesquisou os principais periódicos da sua área?
  3. Você consultou colegas da área como corpo docente e/ou outros pesquisadores?
  4. Você realizou pesquisas de referências citadas para obter mais fontes?
  5. Você ainda encontra conteúdo novo utilizando palavras-chave diferentes, buscando por artigos similares ou fazendo pesquisa de referência citada?

Como ter certeza de que o conteúdo é equilibrado

Ao editar sua revisão, certifique-se de que o conteúdo esteja equilibrado. Você pode argumentar que sua pesquisa está de acordo com uma determinada teoria, mas não é aceitável simplesmente ignorar evidências contrárias. Ou seja, você pode (e deve) enfatizar o entendimento de um fenômeno ao explorar vários estudos que o demonstraram, mas também deve discutir descobertas que sejam inconsistentes com ele, caso elas existam. Nessa etapa, pense nas seguintes questões:

  1. Apresentei a ideia principal de forma clara e apropriada? Abordei todas as questões relevantes?
  2. Estruturei a revisão de forma coerente? A organização do trabalho é fácil de acompanhar?
  3. Estabeleci um fluxo lógico de seção para seção? Existem transições textuais que interligam as ideias discutidas?
  4. Validei o argumento com material de apoio? Os dados são suficientes e confiáveis?
  5. Minha conclusão corresponde à introdução?

Finalmente, tenha em mente que uma revisão da literatura busca apresentar o estado do conhecimento de forma discursiva, e não fazer uma lista de trabalhos publicados. Procure organizar sua revisão em seções que apresentem temas ou identifiquem tendências, incluindo informações relevantes. Você não precisa abordar todo o material disponível, mas sim sintetizá-lo e avaliá-lo de acordo com um conceito orientador, como seu objetivo de pesquisa ou sua tese argumentativa, por exemplo. Sempre utilize fontes confiáveis e leia quaisquer estudos e teorias considerados importantes para a área. Tente focar na relevância do material avaliado para o tópico que você está propondo, analisando-o de forma lógica e estruturada. Identifique relações que façam sentido dentro dessa estrutura e então organize sua revisão em torno de ideias bem fundamentadas, não de ligações frágeis.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comments
Inline Feedbacks
View all comments
X

Inscreva-se para ler mais

Inscreva-se gratuitamente para obter acesso completo a todos os nossos recursos em pesquisa escrita e publicação acadêmica, incluindo:

  • 2000+ artigos de blogs
  • 50+ Webinars
  • 10+ Podcasts especializados
  • 50+ Infográficos
  • Fórum Q&A
  • 10+ eBooks
  • 10+ Checklists
  • Guias de Pesquisas
[i]
[i]
[i]
[i]