Como o bibliotecário pode dar suporte para sua pesquisa

librarianO título deste texto pode gerar um certo estranhamento naqueles que acreditam que quando o assunto é pesquisar em bibliotecas a Internet e sistemas informatizados fazem todo o trabalho necessário, mas é preciso lembrar que a tecnologia não dá conta de tudo. Embora a Internet ajude (e muito!) a descobrir em que bibliotecas é possível encontrar as obras que se deseja, enquanto os sistemas informatizados destes locais permitem localizar livros e reservá-los, ter uma relação mais próxima com alguém que trabalha na biblioteca que você mais frequenta pode lhe poupar trabalho e lhe oferecer descobertas bibliográficas bastante úteis.  Por isso mesmo vale reservar um pouco do seu tempo para visitar as bibliotecas próximas a você e construir uma relação proveitosa com o bibliotecário responsável pela seção referente ao tema de sua pesquisa.

São as pessoas que atualizam as máquinas

Parece óbvio, mas às vezes nos habituamos tanto ao fluxo informatizado das coisas que esquecemos que são pessoas que atualizam as máquinas e isso inclui os registros digitais dos acervos das bibliotecas. Também são elas que podem lhe ajudar a descobrir “tesouros” nestes acervos ou a encontrar uma obra específica mais rapidamente num sem fim de prateleiras e livros. Ou seja: há muito do trabalho que não pode ser feito pela tecnologia, por isso, a ajuda de um bibliotecário pode fazer toda a diferença para agilizar e enriquecer sua pesquisa. Esta ajuda é ainda mais valiosa em bibliotecas de grande acervo e muito visitadas, o que implica numa grande concorrência pelo acesso às obras. Nestes casos, ter alguém que lhe indique as últimas aquisições em sua área de pesquisa e que lhe informe em primeira mão quando aquela obra que você estava aguardando foi liberada pode ser de grande ajuda.

A ajuda de um especialista vale ouro

No caso de bibliotecas grandes e muito movimentadas, tente agendar ainda que informalmente uma conversa ou visita guiada pela biblioteca com o responsável pela seção de seu interesse. Durante esta visita, procure extrair o máximo do bibliotecário sobre a melhor forma de transitar pelo acervo, os horários mais tranquilos para pesquisar na biblioteca e, é claro, as obras e seções que lhe possam ser mais úteis tendo em vista o tema de sua pesquisa. Procure também se informar sobre a melhor forma de pesquisar no sistema informatizado da biblioteca para otimizar suas buscas e reservas de livros.

Agendar esta visita é uma ótima forma inclusive de iniciar seu contato com o bibliotecário, visto que neste momento ele também terá a oportunidade de saber mais sobre sua pesquisa e seus interesses e poderá lhe ajudar de forma mais ativa sempre que você o procurar ou quando o acervo da biblioteca for atualizado. O agendamento de uma visita também serve para demonstrar seu apreço pelo trabalho deste profissional, o que facilita que ele se familiarize com suas questões e possa até mesmo vir a nutrir simpatia por você e sentir-se mais inclinado a ajudá-lo.

Mantenha um canal de contato direto

Um informante direto em qualquer situação é sempre uma grande vantagem e isso também vale para bibliotecas. Por isso, uma vez que tenha se aproximado do bibliotecário da seção de seu interesse na biblioteca que frequenta, peça o e-mail dele para que você possa entrar em contato quando tiver alguma dúvida sobre a movimentação do acervo. Deixe também seu e-mail disponível para que o bibliotecário possa entrar em contato com você sempre que novas aquisições que possam ser de seu interesse sejam feitas e também para lhe informar quando uma obra pela qual você está esperando foi devolvida. E não esqueça: não é obrigação do bibliotecário sair de seu caminho para ajudá-lo sempre que você o solicitar para além de suas atribuições básicas. Por isso, demonstre sempre gratidão e simpatia diante destas gentilezas para garantir uma relação amigável, proveitosa e duradoura com este profissional.

Anterior
Como melhorar a sua habilidade na escrita
Próximo
Dicas de networking para pesquisadores

Escreva seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *