Sciencescape: Solução para atualização de literatura aos pesquisadores?

sciencescapeA única desvantagem da explosão de publicações científicas é o problema que representa para os investigadores que procuram manter-se atualizados com os últimos resultados da sua área de pesquisa. Ninguém consegue rever todos os artigos publicados numa dada área. Então, como ‘peneirar’ a enorme quantidade de material e separar o trigo do joio? A recent start-up Sciencescape visa exatamente ajudar os investigadores nesta busca.

Sciencescape: Recolha de Referências e Mais

A Sciencescape fornece acesso a aproximadamente 22 milhões de artigos na área da biomédica, antigos e recentes. Um utilizador seleciona uma ou mais áreas de interesse— genes, drogas, etc.—e pesquisa artigos na base de dados. Outras bases de dados também o fazem, mas a Sciencescape afirma ir ainda mais à frente. A Sciencescape possui igualmente uma variedade de ferramentas que lhe permitem armazenar referências numa biblioteca e facilitar a partilha de artigos com outros investigadores.

Vejamos o que os nossos especialistas pensam sobre a Sciencescape:

Stephanie
orchid-6

Este serviço fornece uma forma simples de encontrar sentido na quantidade aparentemente intransponível de novos trabalhos publicados todos os dias

A Sciencescape é uma excelente ferramenta de ajuda aos investigadores para se manterem atualizados com as pesquisas mais recentes e relevantes já disponíveis. O objetivo da Sciencescape é ajudar os investigadores a navegar por entre o crescente aumento de pesquisas científicas registrado na era digital. Este serviço fornece uma forma simples de encontrar sentido na quantidade aparentemente intransponível de novos trabalhos publicados todos os dias. Ao organizar as publicações por áreas de interesse, usando algoritmos que selecionam artigos em tempo real, a Sciencescape mantém os investigadores na vanguarda das descobertas relacionadas como seu trabalho enquanto resolve o problema da sobrecarga de publicações.

Além de facilitar novas pesquisas, a Sciencescape fornece ainda a visualização de dados que permite aos cientistas percepcionar as tendências na área e gerar ideias de projetos originais. Simplifica, igualmente, a organização de artigos para os seus próprios projetos ao selecioná-los de acordo com bibliotecas específicas assim como permite bibliotecas colaborativas de referência para todo o grupo de trabalho se mantenha na mesma página.

Mestre em Artes em Estudos Interdisciplinares
6+ anos de Experiência em Pesquisa e Edição Académica, EU


Timothy
orchid-7

Ferramentas como esta fornecem uma consciência imediata dos contextos temporais e conceptuais de estudos iminentes

’Vasculhar’ a literatura científica é uma tarefa que consome imenso tempo e que se espera seja feita pelos investigadores, de forma exaustiva. Anteriormente, esta tarefa envolvia gerar conjuntos de palavras-chave e realizar pesquisas no máximo número provável de bases de dados que pudessem conter uma pequena pedra preciosa de relevância. Um revisor sistemático poderá ter igualmente uma estratégia formalizada para encontrar, adicionar e incorporar sinónimos-chave e usos de palavras não-padrão em pesquisas de bases de dados de forma a assegurar-se de que se explorou verdadeiramente toda a literatura com dados que se adequam a rigorosos critérios de meta-análises. Numa base em rápida expansão, a Sciencescape promete automatizar este procedimento usando o índice Eigenfactor e matemática de marcha aleatória, provavelmente com excelentes resultados de economia de tempo. O uso subsequente de interfaces gráficas fornecerá, sem qualquer dúvida, uma rápida visão global de qualquer tópico e pontuará momentos e descobertas de especial relevância de acordo com a verdadeira noosfera de opinião que pode ser recolhida de redes de trabalho de citações. Ferramentas como esta fornecem uma consciência imediata dos contextos temporais e conceptuais de estudos iminentes. Alguns velhos cientistas poderão sentir falta dos seus longos passeios contemplativos entre as prateleiras de revistas uniformemente ligadas e a fotocopiadora, alguns poderão mesmo sentir a falta da necessidade das suas assinaturas por correio, mas em breve ninguém escarnecerá da utilidade desta ferramenta para dominar as informação de uma área específica de pesquisa e manter-se atualizado. Não obstante, ao nível de novas e conflituosas ideias, a Sciencescape poderá conduzir ao dogma e poderá definir desenvolvimentos do cânone prescritos por estudos de grande impacto que podem refletir interesses populares ou comerciais, em vez da verdade.

Doutoramento em Oncologia
12+ anos de experiência em Escrita Científica e Médica, AU

 


William
willian

Estou impressionado com a ideia subjacente à Sciencescape e penso que serviços como este se irão tornar cada vez mais comuns no futuro próximo

Usa algoritmos “inteligentes” que aprendem com o comportamento e interesses dos usuários para ajudar a refinar futuras pesquisas e sugerir referências. Suponho que seja um pouco como o Amazon.com, com sugestões constantes de compra de livros baseadas naqueles já comprados ou vistos anteriormente. Cheguei à conclusão de que algumas destas sugestões são muito diferentes dos meus interesses, mas outras acertam em cheio, por isso a ideia promete.

Cadastrei-me no website sciencescape.org e cinco minutos mais tarde tinha uma conta gratuita ativa e pronta a usar. É fácil pesquisar artigos, ler resumos e armazená-los numa biblioteca. Quando clica no botão obter pdf, surgem as citações para o artigo assim como artigos sugeridos para leitura. Mas os resumos são o máximo que pode visualizar gratuitamente. Para ler artigos completos tem de pagar uma taxa, e.g. $20 para copiar um artigo com quarenta anos da Science, $40 por um artigo recente da Applied Microbiology and Biotechnology.

Estou impressionado com a ideia subjacente à Sciencescape e penso que serviços como este se irão tornar cada vez mais comuns no futuro próximo. Atualmente, a Sciencescape abrange apenas a área biomédica, que não é a minha área, logo não a irei usar muito mas os investigadores desta área deviam experimentá-la. E esteja atento a mais desenvolvimentos, uma vez que se a Sciencescape for um sucesso é certo que se expandirá a outras áreas e criará uma multidão de imitadores.
Nota sobre o endereço web: Sciencecape.org é a ferramenta de pesquisa. Sciencescape.com é um website diferente e não relacionado.

Doutorado em Química Orgânica
6+ anos de experiência em Escrita Científica e Médica, EU


Laura
orchid-2

É uma ideia muito intrigante e, se feita corretamente, poderá melhorar significativamente as capacidades de pesquisa de programas como o PubMed

A ideia da Sciencescape é fornecer uma ferramenta de pesquisa para artigos de revistas usando algoritmos “modernos e inteligentes” para identificar desenvolvimentos recentes na área. É uma ideia muito intrigante e, se feita corretamente, poderá melhorar significativamente as capacidades de pesquisa de programas como o PubMed. Por exemplo, a capacidade de guardar manuscritos de interesse seria valiosíssimo, e é algo que falta atualmente ao PubMed. Não obstante, a tecnologia da Sciencescape parece estar ainda em desenvolvimento. Em concreto, efetuei várias pesquisas diferentes usando diferentes termos de pesquisa e os resultados não foram particularmente impressionantes. Por exemplo, os estudos de topo enumerados eram todos já antigos e o meu termo de pesquisa não pareceu ser o foco principal dos manuscritos e não surgiam nos títulos dos artigos. Uma pesquisa comparável na PubMed identificou estudos bastante mais recentes e relevantes; logo, será interessante ver como a tecnologia evolui e melhora ao longo do tempo. Se os criadores acertarem, esta poderá ser uma ferramenta excelente.

Doutorada em Biologia Molecular e Celular
10+ anos de Experiência de Edição e Científica, EU

 


Hiroshi
orchid-5

A utilidade real que consigo ver na Sciencescape reside nas suas funções meta-analíticas

O Clube de Revistas Sciencescape poderia ser útil ao fornece aos cientistas descobertas científicas atualizadas. A chave está na execução. No vídeo de apresentação, os “problemas” com o Google Acadêmico e outras aplicações de pesquisa de publicações podem ser mitigados com uma escolha cuidada de palavras-chave. A sua abordagem algorítmica para avaliar a relevância de um artigo, se está realmente a adquirir um padrão de indústria, será em breve adotada (e feita de forma mais eficiente) pelo Google e outros motores de busca já estabelecidos. A utilidade real que consigo ver na Sciencescape reside nas suas funções meta-analíticas. As ideias têm bastante potencial, mas não podem ser apenas algo em que o Google ainda não pensou. A experiência global do usuário tem de suplantar as complicações habituais de ter mais uma conta de usuário. As cronologias e mapas das obras acadêmicas mais importantes numa área específica é o que mais me intriga. Se é possível usar as ferramentas de forma flexível, especialmente para subconjuntos menores de áreas acadêmicas, existe uma forte possibilidade de encontrar rapidamente os artigos mais significativos e economizar imenso tempo aos cientistas. No entanto, se as ferramentas forem demasiado lentas, não forem concebidas para um uso intuitivo, ou o processo online demasiado moroso, a Sciencescape poderá acabar por fazer desperdiçar tempo em vez de o economizar.

Mestre em Ciências, Tecnologia de Informação
11+ anos de experiência de Tradução Inglês-Japonês, Japão


Malu
orchid-4

Pode seguir autores específicos, revistas específicas ou tópicos específicos, mas, mais interessante, pode escolher seguir uma combinação de todos

A Sciencescape é uma ferramenta web para criar bibliotecas personalizadas atualizadas automaticamente com as mais recentes publicações com o formato de ‘stream-feeds’. Seguindo um modelo similar às plataformas de media sociais como o Facebook ou o Twitter, pode seguir e obter live feeds de publicações de autores específicos, revistas específicas ou tópicos específicos. Ainda mais interessante, pode escolher seguir uma combinação de autores/revistas num stream específico. Por exemplo, posso escolher seguir todos os artigos publicados pelo Prof. Gaston, todos os publicados em Diversidade e Distribuições, e todos os publicados em Biodiversidade e Conservação num stream focado em Biologia de Conservação. Pode receber ainda atualizações de todas as revistais em geral de grande impacto numa biblioteca enquanto reserva uma biblioteca em separado para as principais revistas especializadas. Assim, parece ser bastante útil para manter-se a par simultaneamente com os diferentes streams de literatura sem complicações. Quanto a mim, esta é a primeira ferramenta que permite atualizações automatizadas da literatura mais recente sem a necessidade de assinar-se individualmente aos feeds de email de revistas ou bibliotecas acadêmicas (que tendem a sobrecarregar a caixa de entrada de toda a gente). Como habitual, ainda há espaço para melhorias. Seria de uma utilidade inestimável se esta ferramenta permitisse selecionar artigos específicos de uma revista específica. Tentei pesquisar apenas artigos de ecologia publicados em Comunicações de Natureza, mas a Sciencescape não parece permitir este tipo de pesquisa.

Doutorada em Biologia
12+ anos de experiência em Ciência e Edição, RU

Anterior
Solução na má relação entre orientador x estudante
Próximo
Artifícios que podem revolucionar a sua escrita

Escreva seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *