17

A retomada do laboratório: Um kit de ferramentas para acelerar a sua pesquisa

Caminhamos rumo ao tão falado “novo normal”. Enquanto países da Europa retomam as restrições frente à segunda onda da COVID-19, o Brasil ignora a pandemia e retoma as atividades. De fato, para nós pesquisadores, é necessário planejar a retomada. Muitos projetos estão parados, muitas pessoas já não e todos temos prazos a cumprir. Entretanto, é preciso planejar bem essa retomada das atividades de bancada para manter a segurança dos pesquisadores em atividades ainda com restrições.

Diante de tantos detalhes que precisam ser avaliados, pensamos em elaborar um kit de ferramentas para a retomada das atividades. Então aqui você vai encontrar uma coleção de checklists preparados por profissionais para pesquisadores que pretendem retomar as atividades de pesquisa nos laboratórios. Essas ferramentas vão auxiliar você a montar um plano de reabertura e adotar estratégias para mitigar os impactos da pandemia.

O seu laboratório está preparado?

Para as atividades no laboratório, é essencial identificar quais projetos terão prioridade para serem desenvolvidos logo, e quais ficarão para os meses seguintes, pois obviamente não será possível ter o mesmo ritmo de trabalho de antes da pandemia. Devem retornar ao laboratório apenas as pessoas que têm atividades de bancada a realizar, e todo o trabalho de escritório deve ser feito de casa, assim como as reuniões devem continuar em plataformas online. Todos os funcionários devem receber treinamento nos protocolos de higiene propostos para a prevenção da COVID-19 antes de terem permissão para acessar o laboratório.

Como o acesso ao laboratório deve ser controlado, precisamos de mais esforço no sentido do planejamento coletivo dos nossos experimentos. Todas as visitas devem ser agendadas e mantidas em registro.  Dentro do laboratório, áreas de uso comum como cozinha ou sala de socialização devem ser fechadas ou ao menos reorganizadas para garantir o distanciamento social. As pessoas devem utilizar máscara e higienizar as mãos com frequência, então é necessário ter disponível várias estações com álcool em gel. Todo o laboratório deve ser limpo e desinfectado ao menos uma vez por dia. Já as superfícies mais expostas à contaminação, como maçanetas e botões de elevador, devem ser desinfectadas com mais frequência. Além disso, os funcionários devem ser encorajados a ficar em casa se apresentarem qualquer indício de que estejam doentes. Para mais detalhes, baixe aqui o checklist “Prevenção no Laboratório durante a Pandemia”.

E você? Intensifique os cuidados básicos de higiene para poder voltar ao laboratório.

Temos que ter mais cuidado do que nunca com a higiene para a nossa segurança pessoal. Além de higienizar as mãos com frequência e não tocar o rosto, devemos desinfectar os equipaments antes e depois de utilizá-los, assim como as bancadas. Se você se sentir doente, deve ficar em casa. Se tiver suspeita de ter contraído o vírus, notifique seu chefe e as pessoas que trabalham diretamente com você. Dentro do laboratório, procure manter distância das outras pessoas e use máscara.

Um método interessante que pode ser implementado para a saúde dos funcionários é o chamado “buddy system”: nesse sistema, cada pessoa tem um colega que também é responsável pela sua segurança e bem-estar. Esses colegas checam como estão seus companheiros todos os dias, além de favorecer o diálogo sobre as preocupações encaradas no trabalho durante a pandemia. Para se preparar para o seu retorno, baixe aqui o checklist “Precauções exclusivas para pesquisadores”.

O planejamento de experimentos na retomada das atividades requer mais dedicação e articulação.

Além da nossa proteção e da proteção da saúde coletiva no trabalho, outra questão a ser levada em conta é o planejamento dos experimentos. Antes de iniciar qualquer experimento, é preciso garantir que todo o material necessário estará disponível, desde materiais de consumo até materiais biológicos, como no caso de pesquisas com modelos animais. As cadeias de suprimentos de materiais foram bastante afetadas com a diminuição de suas atividades durante a quarentena prolongada. A área clínica foi especialmente afetada devido ao aumento na demanda dos materiais e disputa pelos suprimentos médicos. Sendo assim, é necessário cuidado intenso e antecipado com a manutanção dos suprimentos nesses tempos de pandemia. Também é necessária uma comunicação mais detalhada com as equipes responsáveis pela disponibilização de materiais biológicos e animais para poder dar início aos experimentos. Para garantir um bom planejamento nessas condições inusitadas, baixe aqui o checklist “Dicas para planejar sua pesquisa”.

Como se manter produtivo com o isolamento.

Mesmo com a retomada dos experimentos muitos pesquisadores continuarão trabalhando de casa dependendo da área e do estágio em que se encontra sua pesquisa. Mesmo as pessoas que iniciarem trabalho de bancada não irão aos laboratórios todos os dias e continuarão fazendo parte do seu trabalho remotamente. Aquele planejamento que vai exigir mais do seu tempo e das suas habilidades de comunicação será feito em casa, por exemplo. Então temos sempre que pensar em estratégias para nos mantermos motivados e produtivos. Esse é o momento de escrever novos projetos de pesquisa e aquela tão sonhada revisão, que sempre ficava pra depois. Você pode submeter os seus artigos, mesmo que não tenha conseguido fechar tão bem os mecanismos como você tinha planejado. Nesse momento é mais importante garantir a comunicação dos achados e o andamento da pesquisa, mesmo que para isso você precise escolher uma revista com um fator de impacto mais baixo do que você esperava.

A comunicação entre os colegas é muito importante, então é imprescindível manter as reuniões habituais online. Outras reuniões não formais podem ser implementadas para a socialização, como uma hora para tomar um café online e poder conversar sobre assuntos diversos, ou um happy hour com os colegas no fim do expediente. Para manter a sua motivação e conseguir ainda manter a produtividade durante o isolamento, baixe aqui “Dicas para melhorar a sua produtividade na pesquisa”.

Esperamos que essas dicas sejam úteis para o seu trabalho de pesquisa, seja ele remoto ou presencial, durante esse período extendido de isolamento na pandemia. Desejamos sucesso no desenvolvimento dos projetos enquanto aguardamos todos a vacina para podermos curtir uma aglomeração no laboratório!

Leave a Reply

avatar
  Subscribe  
Notify of