17

Aumente o seu leque de excelentes opções de revistas com a editora “Taylor and Francis”

Todas as vezes em que pensamos em uma editora com publicações de qualidade e impacto e uma enorme variedade de assuntos cobertos nas mais diversas áreas, invariavelmente pensamos no nome Taylor and Francis. Sua tradição secular e o seu processo criterioso de seleção de manuscritos, aliado a um sistema de revisão pelos pares criterioso, levam as revistas da editora a terem uma alta reputação dentro do meio acadêmico.

Todo pesquisador já deve ter recebido algum e-mail de uma editora científica desconhecida requisitando os autores para submeter algum manuscrito para ser publicado em suas revistas. Sempre que isso acontece, fica aquela sensação de que “algo está errado…”, dado a facilidade em se conseguir publicar resultados em uma revista científica. Nesse momento, confie nos seus instintos: se algo te parece estranho, é provável que algo realmente não está correto.

O fato descrito acima tem se tornado cada vez mais recorrente devido ao aumento no número de revistas predatórias, ou seja, revistas que tentam persuadir autores a publicar o seu trabalho em troca do pagamento de uma taxa (geralmente alta). Essas revistas normalmente estão atrás de lucros, e não de divulgação científica. Por isso, muitos cobram uma taxa apenas para a submissão de um artigo, outros para a publicação do artigo. Para serem competitivos, tais revistas normalmente estimulam uma excessiva autocitação para tentar aumentar o fator de impacto de suas próprias revistas, seduzindo autores a publicarem nestas revistas.

Tal fato muitas vezes ocorre em áreas do conhecimento extremamente competitivas, nas quais autores brigam para publicar os seus resultados rapidamente e não terem uma parte importante de suas linhas de pesquisa publicada por outros grupos competidores. Dado que normalmente um manuscrito leva de algumas poucas semanas a até muitos meses para ser publicado (algumas grandes revistas podem levar até alguns anos no processo de publicação), as revistas predatórias parecem ser uma solução no curto prazo. No entanto, não são. A publicação de um trabalho em uma revista predatória pode danificar irreversivelmente a reputação de um pesquisador dentro da sua comunidade científica.

Felizmente, em um mundo no qual o oportunismo das revistas predatórias tem crescido exponencialmente, ainda existem grandes editoras de reputação indiscutível que ainda se mantem fiéis aos princípios básicos da ciência: compartilhar o conhecimento de maneira confiável e acurada. Nesta categoria de editoras, certamente se enquadra a Taylor and Francis. Além de ter uma reputação alta, também apresenta diversas vantagens no processo de publicação, e, portanto, todo pesquisador deveria considerar publicar os seus resultados nas revistas da Taylor and Francis em sua área específica. Confira:

Motivos para submeter o seu artigo para as revistas da Taylor and Francis

Com mais de 150 anos de tradição em publicar trabalhos científicos de alta qualidade e livros das mais diversas áreas, a editora inglesa é considerada uma das quatro grandes editoras científicas mundiais STEM (Sigla em inglês para Ciência, tecnologia, engenharia e matemática). Para se conseguir tal feito, a editora primeiramente preza pela qualidade de suas revistas, que conta com rigorosa revisão pelos pares antes da aceitação ou rejeição de manuscritos para publicação. Tal fato garante a manutenção da qualidade dos trabalhos publicados pela editora, o que mantém o seu status de editora de alta reputação.

Desde 2011 a editora disponibiliza o conteúdo de mais de 2000 revistas de maneira online através de sua página. Na página principal da Taylor and Francis é possível procurar conteúdo científico distribuído em 30 áreas do conhecimento e de diversos assuntos, ou simplesmente através do uso da ferramenta de busca de textos na web. Esta ferramenta de busca se mostra bastante útil por mostrar não apenas os títulos das revistas e dos artigos, mas também detalhes de autores. As revistas da editora também podem ser explorados através da busca de uma revista pelo seu nome em ordem alfabética.

A editora abrange praticamente todas as áreas do conhecimento das humanidades, ciências sociais, ciências comportamentais, educação, legislação, ciência, tecnologia, engenharia, matemática e medicina. Portanto, certamente existe uma revista da Taylor and Francis em cujo escopo se enquadra a sua linha de pesquisa.

Ainda, dada a atual tendência em se disponibilizar abertamente os conhecimentos, as revistas da Taylor and Francis oferecem acesso aberto de seus conteúdos, o que facilita a disseminação de seus resultados e aumenta a sua divulgação dentro da comunidade científica. Tal fato certamente aumenta as chances de se ter seu artigo citado mais frequentemente, resultando em um aumento do fator de impacto das revistas da editora. Portanto, o atual formato das revistas da editora maximiza a exposição de trabalhos, mantendo o rigor das suas publicações através de um corpo editorial composto por especialistas em cada área. Ainda, cada revista da editora disponibiliza as métricas dos artigos para indicar o grau de interesse do trabalho pelo público. Por último, mas não menos importante, o processo de publicação online é rápido, mantendo a competitividade das revistas da Taylor and Francis em áreas altamente competitivas.

Outras necessidades da sociedade atendidas pelas revistas da Taylor and Francis

Para pesquisadores, algumas coisas podem não parecer tão intuitivas, mas as revistas da editora cobrem algumas necessidades muitas vezes negligenciadas por outras editoras científicas. Por exemplo, existe uma área online da editora especialmente dedicada a bibliotecários. Tal ferramenta online, criada em colaboração entre pesquisadores, bibliotecários e estudiosos, resulta em uma interface limpa e intuitiva para o usuário final, facilitando a descoberta de revistas de trabalhos de referência.

Existe inclusive um website especialmente criado para bibliotecários que possuam interesse em saber mais sobre os produtos disponibilizados pela editora, facilitando o acesso das revistas do grupo por bibliotecas e seus usuários, expondo a contribuição de seu trabalho para a sociedade.

Assim sendo, quando você estiver escrevendo um manuscrito de seu trabalho, tenha a certeza de verificar se ele se enquadra no escopo de alguma das respeitadas revistas da editora. Em caso positivo, não tenha dúvidas: submeta-o a uma das revistas de uma das mais respeitadas editoras cientificas, a Taylor and Francis.

Leave a Reply

avatar
  Subscribe  
Notify of