17

Doutorado industrial ou voltado para a pesquisa acadêmica doutorado: qual programa você deve escolher?

Nos últimos anos, a demanda por pesquisadores altamente qualificados na indústria aumentou consideravelmente. Isso levou a uma necessidade crescente de preparar estudantes de doutorado para uma carreira fora da academia. Embora os programas de doutorado mais tradicionais não ofereçam esse tipo de treinamento “industrial” ou “comercial”, as habilidades e técnicas fundamentais desenvolvidas como estudante de pós-graduação são extremamente valiosas para o trabalho em empresas de alto nível.

Por isso, muitas empresas estão interessadas em combinar as habilidades difíceis e os conhecimentos básicos adquiridos durante um doutorado universitário com pesquisas orientadas para o usuário e com as habilidades de negócios necessárias para trabalhar em uma indústria. Isso levou a vários tipos de programas de doutorado com a parceria de indústrias, que estão se tornando cada vez mais populares.

Um objetivo claro

O tipo de doutorado mais adequado para você depende dos seus objetivos. Se você gosta de pesquisa básica e sabe que gostaria de trabalhar em uma universidade ou instituto de pesquisa, ou se você quer ensinar aos outros o que aprendeu e talvez até se tornar um professor em tempo integral, então um doutorado tradicional pode ser a melhor opção para você. No entanto, permanecer no meio acadêmico está se tornando mais difícil e o caminho para os cargos universitários está se tornando mais estreito.

Se você estiver começando um doutorado porque você é fascinado por um tópico e suas aplicações e quer ter muitas oportunidades de trabalhar nessa área, então um doutorado industrial poderia abrir as portas para todas essas possibilidades.

Relacionado: Não tem certeza se deve buscar um doutorado acadêmico ou industrial? Pegue uma xícara de café e visite agora o nosso Cantinho das Carreiras!

Doutores na indústria

Uma alta porcentagem de detentores de doutorado em países desenvolvidos trabalha na indústria — não na academia — e cerca de 60% da pesquisa e desenvolvimento na Europa é realizada em empresas e não em universidades. Alguns países, como a Dinamarca e a França, têm programas de cooperação de doutorado bem estabelecidos envolvendo a academia e a indústria. Na Alemanha, em 2013, cerca de 16% de todos os estudantes de doutorado fizeram um programa baseado em uma empresa, e na Itália, a Escola Internacional de Doutorado em Formação de Capital Humano e Relações Trabalhistas, promovida pela ADAPT, concedeu centenas de bolsas de estudo para estudantes de doutorado como uma forma de promover o intercâmbio acadêmico e científico entre universidades e empresas.

Os estudantes que participam de programas de doutorado industrial geralmente são altamente procurados e valorizados pelos empregadores. Muitos deles conseguem entrar no mercado de trabalho pouco depois de concluírem seu doutorado. Embora não haja garantia de emprego em um doutorado baseado numa indústria, muitas empresas oferecem aos seus doutores um emprego após a conclusão do curso.

Uma situação em que todos ganham

A promoção de doutorados industriais pode ser benéfica para todas as partes envolvidas:

  • As universidades recebem apoio financeiro das empresas envolvidas.
  • Os doutorandos ganham know-how especializado no setor privado e aprendem como ter sucesso em um ambiente de negócios. Os relacionamentos e as experiências ganhas durante o seu doutoramento também podem aumentar a sua empregabilidade.
  • As empresas são capazes de desenvolver seus recursos humanos treinando e apoiando a próxima geração de pesquisadores. Elas também aumentam sua competitividade e inovação por meio da transferência de conhecimento com universidades e instituições de pesquisa.

Entenda a diferença

Antes de tomar uma decisão final, é importante entender as diferenças entre um doutorado acadêmico e um doutorado industrial. Os doutorados acadêmicos geralmente são mais flexíveis, permitindo que os alunos mudem o foco das suas pesquisas à medida que ganham mais experiência no campo. Publicar seu trabalho ou apresentá-lo em congressos é uma parte normal de todos os programas acadêmicos.

Este não é o caso dos doutorados baseados na indústria, onde a empresa patrocinadora do programa geralmente tem metas e prazos bem definidos. Em alguns casos, os estudantes têm que assinar acordos de confidencialidade, impedindo-os de divulgar qualquer informação relacionada ao projeto em que estão trabalhando. A publicação de seus resultados pode ser proibida, ou no mínimo exigiria uma permissão especial da empresa. Isso poderia ter repercussões para os graduandos que quiserem se candidatar a empregos acadêmicos após o doutorado. Por outro lado, as empresas podem incentivar seus alunos de doutorado a patentear os resultados de seu trabalho.

Tal como acontece com muitas coisas na vida, antes de decidir qual tipo de doutorado é o melhor para você, vale a pena explorar todas as opções, pensar sobre seus objetivos pessoais e profissionais, e em seguida pesar todos os prós e contras.

Leave a Reply

avatar
  Subscribe  
Notify of