17

A importância da ética na pesquisa

Há várias razões pelas quais é necessário seguir as normas básicas de conduta científica durante a pesquisa acadêmica. A credibilidade da comunidade científica e a percepção do público para julgar e aceitar novos resultados dependem fortemente da autenticidade dos resultados publicados. É especialmente importante fazer uma distinção clara entre conduta aceitável e inaceitável, especialmente quando seres humanos ou animais estão envolvidos em um estudo. Dada a natureza competitiva da pesquisa, tornou-se cada vez mais desafiador para os cientistas relatar uma pesquisa única e pioneira. No entanto, a prática de divulgar dados incorretos e resultados científicos falsos continua a ser seguida por alguns membros da comunidade de pesquisa.

A realidade da ética em pesquisa

O exemplo mais notável de como a má conduta de pesquisa pode destruir a vida das pessoas é o caso de Paolo Macchiarini, um cirurgião que ficou famoso por um suposto avanço médico que prometia revolucionar o transplante de órgãos. O cientista italiano usou andaimes sintéticos semeados com células-tronco dos pacientes para criar transplantes de traqueia. No entanto, descobriu-se que seus experimentos com seres humanos não tinham uma base sólida de pesquisa pré-clínica. Pelo menos sete dos nove pacientes que receberam o tratamento morreram.

Várias investigações mostraram que Macchiarini manipulou alguns dos dados em suas publicações científicas e relatórios, omitindo ou mesmo falsificando resultados para fazer seus tratamentos parecerem mais bem-sucedidos. Houve também críticas severas em relação à tomada de decisão em torno de todas as operações. No final, o escândalo levou à demissão de Macchiarini e de várias autoridades do Instituto Karolinska, em Estocolmo, na Suécia (o antigo empregador de Macchiarini). Vários trabalhos em coautoria do cirurgião italiano também ganharam manifestações de preocupação, incluindo dois artigos muito citados que tinham sido publicados nas revistas Nature Communications e The Lancet .

O que fazer ou não fazer na ética em pesquisa

Fazer Não fazer
Manter um bom registro de todas as suas atividades de pesquisa e relatar os seus dados da forma mais cuidadosa e objetiva possível. Falsificação, manipulação ou deturpação de dados.
Divulgar interesses financeiros ou pessoais que possam afetar diretamente ou indiretamente o seu trabalho. Enganar patrocinadores de pesquisa, colegas ou comitês de ética através de vieses na interpretação de dados, revisão por pares ou decisões quanto à equipe.
Tratar os animais com cuidado e respeito ao estudá-los em sua pesquisa e seguir as diretrizes éticas. Usar quaisquer dados de pesquisa externos (publicados ou não) sem permissão.
Respeitar a propriedade intelectual, a privacidade e a confidencialidade, e atribuir o devido crédito por quaisquer contribuições de outros pesquisadores. Apoiar práticas irresponsáveis de publicação. O seu objetivo principal deve ser o avanço da ciência e o compartilhamento dos seus conhecimentos dentro da comunidade.

Requisitos éticos

Em geral, analisar se as normas éticas não foram seguidas é extremamente difícil e, em alguns casos, é muito difícil traçar uma linha clara entre a má conduta e o mal-entendido. Embora os pesquisadores reconheçam as normas éticas, elas são interpretadas e aplicadas de diferentes maneiras em diferentes instituições. Os pesquisadores geralmente são obrigados a garantir a conformidade com os requisitos éticos durante a pesquisa científica, incluindo o projeto e a implementação apropriados de estudos que envolvam experimentos em humanos ou animais, evitando a má conduta científica (como a falsificação de dados ou o plágio ), seguindo normas ambientais, de segurança e relacionadas à autoria e propriedade intelectual, e honrando acordos de confidencialidade.

Políticas de Ética em Pesquisa

Os comitês de ética desempenham um papel importante na definição dos padrões que precisam ser cumpridos para a ética em pesquisa e para garantir que sejam cumpridos. Alguns exemplos de políticas influentes relacionadas à ética em pesquisa são aquelas introduzidas pelos Institutos Nacionais de Saúde dos EUA (NIH) , a Fundação Nacional de Ciências dos EUA (NSF) , a Sociedade Química Americana ou a Rede Europeia de Comitês de Ética em Pesquisa. Outras diretrizes, como a Declaração de Helsinque da Associação Médica Mundial, têm sido fundamentais na definição da ética em pesquisa humana.

Apesar dos recentes escândalos, incluindo os casos de Paolo Macchiarini, Scott Reuben ou Olivier Voinnet, a conscientização sobre a ética em pesquisa parece estar aumentando na comunidade científica. Várias fontes de informações cobrindo os aspectos mais importantes desta área estão disponíveis e muitas instituições acadêmicas estão agora introduzindo currículos educacionais para ajudar os pesquisadores a resolverem dilemas éticos.

Leave a Reply

avatar
  Subscribe  
Notify of