17

Revisão por pares cega simples e duplamente cega

A revisão por pares da pesquisa acadêmica está no cerne do processo de publicação. É importante que esse processo não seja contaminado pelo viés do revisor. Existem dois modos populares de revisão. Na revisão por pares cega simples, os autores não sabem quem são os revisores, mas estes sabem quem são os autores. Na revisão duplamente cega, nem os autores nem os revisores sabem os nomes uns dos outros. A revisão por pares cega simples é o modelo tradicional. No entanto, ambos os modelos existem para eliminar o viés na revisão por pares.

A experiência do Instituto de Física

No início de 2017, o Instituto de Física (IOP) deu aos autores a opção de escolher a revisão por pares duplamente cega. Esta opção estava disponível para as publicações Materials Research Express e Biomedical Physics & Engineering Express. Nos primeiros sete meses, 20% dos autores escolheram a opção de revisão por pares duplamente cega. Autores da Índia, África e Oriente Médio estavam mais propensos a solicitar a opção.

Os dados do IOP indicam que mais artigos receberam rejeições sob o modelo duplo-cego. Cerca de 70% dos artigos receberam uma rejeição no processo de revisão por pares nesse modelo. Por outro lado, apenas 50% dos artigos receberam rejeição na revisão por pares cega simples. A diferença pode ser devida aos revisores, que podem ter presumido que os autores que solicitaram aquela opção haviam escrito artigos ruins. Também pode ser devida aos revisores agindo de forma mais objetiva. No entanto, os autores dos ensaios revisados no modelo duplo-cego ficaram satisfeitos e sentiram que era a abordagem mais justa.

O viés na revisão por pares é um problema real. Tem havido muitos estudos mostrando que as mulheres e as minorias são menos propensas a serem publicadas, financiadas ou promovidas. Esse viés pode ser tanto consciente quanto inconsciente. Na publicação científica, isso significa que menos mulheres são solicitadas a revisar artigos. Também significa que artigos escritos por mulheres são menos citados. Existem dois modelos de revisão por pares nos quais as identidades estão ocultas. Qual deles tem a maior probabilidade de eliminar o preconceito?

Revisão por pares cega simples e duplamente cega

A conferência de 2017 sobre Buscas na Web e Mineração de Dados proporcionou uma boa oportunidade de testar essa hipótese. Na Ciência da Computação, os artigos geralmente aparecem primeiro (ou exclusivamente) em conferências revisadas por pares. O comitê do programa decidiu dividir aleatoriamente seus revisores em dois grupos: um atuaria como revisores de forma cega simples e o outro de forma duplamente cega. O experimento ajudaria a decidir qual abordagem poderia ter mais viés.

Os autores descobriram que havia diferenças entre os grupos de revisão. Todos os revisores tiveram acesso aos títulos e resumos dos artigos revisados. Com base nisso, os revisores indicaram quais documentos desejavam revisar. Os revisores do modo cego simples pediram para revisar 22% menos artigos. Eles também foram mais propensos a escolher para revisar artigos das principais universidades ou empresas de TI e a dar uma crítica mais positiva aos trabalhos que tinham um autor famoso.

Na modalidade cega simples, os revisores têm acesso aos nomes e instituições dos autores. O estudo indicou que a instituição do autor teve uma influência significativa nas decisões dos revisores do modo cego simples de solicitarem um artigo para revisarem. No caso desta conferência, não foi detectado nenhum viés contra autoras do sexo feminino, mas uma metarrevisão combinando os dados desta conferência com outros estudos indicou que havia um viés significativo contra autoras mulheres.

A experiência da conferência de Buscas na Web e Mineração de Dados mostrou que no modo cego simples, os revisores usam as informações sobre os autores e suas instituições em suas revisões. Pode ser que essa informação esteja ajudando os revisores a fazerem melhores julgamentos. Também pode ser que isso coloque o trabalho de instituições e autores sem prestígio em desvantagem. Dois trabalhos de igual valor podem ser classificados de maneira diferente por revisores no modo cego simples, com base em quem escreveu o artigo.

Uma revisão da revisão por pares

Por outro lado, a revisão por pares duplamente cega fornece uma falsa sensação de segurança. Autores conhecidos podem ser facilmente identificados pela natureza de seu trabalho. O artigo também pode fazer referência a um trabalho anterior que ele tenha publicado. Pode haver outras pistas, como a preferência por uma técnica ou um composto. Isso significa que mesmo sem os nomes, os revisores ainda podem adivinhar quem escreveu um artigo. Seria, portanto, melhor dizer ao revisor que escreveu o artigo e perguntar se existe um conflito de interesses.

O processo real de remoção de informações do autor para ocultar a identidade falha 46-73% do tempo. O problema não é identificar o autor. O problema é se os revisores têm preconceito contra autores de um determinado país, raça ou gênero. O foco da discussão tem sido principalmente nos revisores, mas existe muito pouca discussão sobre os preconceitos dos editores. Afinal, são os editores que têm a palavra final.

A revisão por pares faz parte do ciclo de pesquisa acadêmica e é claro que há preconceito nesse processo. O viés do revisor geralmente afeta mulheres, minorias e pesquisadores de instituições não prestigiadas. Para tentar combater esse problema, as revistas usam a revisão por pares cega. No entanto, a revisão por pares cega simples dá vantagem para autores conhecidos. A revisão por pares duplamente cega pode, na verdade, não eliminar o preconceito, de modo que os investigadores acham que é melhor mudar para uma revisão por pares aberta.

Qual é a sua opinião em relação à revisão por pares cega simples e duplamente cega? Você acha que esta é melhor do que a revisão por pares cega simples? Ou acha que é hora de mudar para uma revisão por pares aberta? Por favor, compartilhe conosco os seus pensamentos na seção de comentários abaixo.

Leave a Reply

avatar
  Subscribe  
Notify of