17

Como fazer paráfrase num trabalho de pesquisa?

Escrever não costuma ser uma atividade das mais fáceis para a maioria das pessoas, e a escrita acadêmica, por suas particularidades, muitas vezes demanda grande esforço do pesquisador. Um dos pontos mais relevantes e críticos da escrita acadêmica parte do princípio basilar do fazer científico de colocar diferentes vozes em diálogo, demandando um texto capaz de articular várias ideias de autores diversos e cuja escrita não é das mais simples. A paráfrase é um recurso que ajuda neste sentido, uma vez que consiste basicamente em adequar o raciocínio de outros autores à linguagem do pesquisador no corpo texto de sua pesquisa.

Por que usar paráfrase

Como dito anteriormente, fazer Ciência de forma embasada consiste em colocar diferentes abordagens e resultados de pesquisa em diálogo para fundamentar os resultados que se pretende apresentar e a paráfrase é um recurso que auxilia bastante a diversificar a estrutura do texto neste sentido. O recurso da citação direta (destacada com aspas) pode e deve ser explorado, mais seu uso em excesso pode fazer com que as partes do texto pareçam destacadas demais de seu conjunto, dificultando a leitura.

Além disso, a mistura entre citação direta e paráfrase ajuda a tornar a leitura mais dinâmica e fluida.

Mas o principal benefício da paráfrase está no efeito que este recurso produz no sentido geral do texto, e não apenas em seu estilo ou fluidez. Isso porque a paráfrase permite que o pesquisador dialogue diretamente com o raciocínio de outros autores e apresente a contribuição de sua pesquisa de modo mais orgânico e claro na estrutura do texto, sem precisar introduzir o corte abrupto que muita vezes ocorre com a inserção de citações diretas.

Como usar

Como todo recurso facilitador da escrita, os benefícios da paráfrase só se fazem presentes no texto quando bem usados, e, tratando-se de uma forma de citação, todo cuidado é pouco ao parafrasear ideias de terceiros. A seguir, alguns dicas básicas sobre como fazer paráfrase num trabalho de pesquisa.

1) Sempre mencione a fonte: Mesmo que não seja uma citação explícita como a citação direta, ainda assim a paráfrase incorre na citação do raciocínio original de outros autores e por isso seu crédito precisa ser devidamente atribuído. A forma de atribuir referência é a mesma da citação direta e este outro recurso pode inclusive ser utilizada no meio do trecho parafraseado caso o pesquisador ache que determinada passagem surte melhor efeito sendo citada diretamente. Neste caso, a questão do estilo da escrita fica a critério de cada um.

2) Comece por um fichamento: Não existe uma regra que determine que determinados tipos de conteúdo se adaptam melhor à paráfrase e outros são melhor apresentados quando citados diretamente. A escolha fica a critério de quem está escrevendo, mas a melhor forma de decidir estas questões é conhecer bem os textos que estão sendo citados. Para isso, um ótimo recurso são fichamentos, que consistem em destacar passagens relevantes dos textos lidos com o acréscimo de comentários que coloquem este conteúdo em diálogo com as suas questões. Assim, ao produzir o texto final do trabalho de pesquisa fica mais fácil transcrever o raciocínio de outros autores com as próprias palavras e já apresentando suas contribuições em diálogo com estas ideias.

3) Paráfrase não é plágio: Como falado no início do texto, parafrasear é colocar em suas palavras o raciocínio de terceiros, logo, se a maior do trecho parafraseado consistir na cópia das palavras do autor original trata-se de plágio e não de paráfrase. Assim sendo, quando houver dificuldade em adequar uma passagem ao seu próprio raciocínio, o ideal é partir para a citação direta – ainda que o trecho seja longo – para não correr o risco de incorrer em plágio.

3
Leave a Reply

avatar
3 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
Soraia OliveirahortenciaDaniela Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Daniela
Guest
Daniela

Este texto me ajudou muito. Creio que durante minha vida não me preparei para a escrita científica. Estou escrevendo meu TCC com certa dificuldade… Consigo escrever sobre a minha experiência, objeto da minha pesquisa, porém, o que os outros autores falam, é o mais difícil! Então, comecei a perceber, que a minha maior dificuldade está em fazer paráfrase. Sinto que ao fazer meu trabalho, é como eu estivesse sendo alfabetizada novamente! Vi que tem outros artigos que podem auxiliar neste momento de TCC. Grata!

hortencia
Guest
hortencia

Esse texto me ajudou bastante!

Soraia Oliveira
Guest
Soraia Oliveira

Muito bom…Estou em processo de construção de um artigo! E com certeza foi um grande apoio para que eu consiga concluir meu TCC.