Como estruturar minha Tese de Doutorado

22 February 2013  |  Postado em Textos Acadêmicos   |  Sem Comentário  |  Faça um Comentário

Uma Tese de Doutorado, por sua importância no meio acadêmico, consiste na aquisição e na disseminação de novos conhecimentos. Por conta disso, o pesquisador deve demonstrar em sua pesquisa que entende o estado da arte e os pontos fortes e fracos do tema escolhido. Sendo assim, não basta ter uma pesquisa pertinente, como também é de extrema importância demonstrar conhecimento sobre os métodos adequados e sobre a sistemática usada para avaliar a hipótese escolhida. Entretanto, a pergunta que todo pesquisador faz ao iniciar sua pesquisa é: “Há uma estrutura específica a ser seguida?”. A resposta é “sim” e “não”.

Para determinadas áreas há convenções pré-estabelecidas. Entretanto, tais convenções não são impostas ao pesquisador. Obviamente há uma estruturação convencional de uma Tese de Doutorado, a qual facilita o trabalho do pesquisador, mas tal passo-a-passo não precisa ser necessariamente seguido à risca, mas permite àquele que está lendo uma noção mais clara do objetivo da pesquisa e se o mesmo foi alcançado. Sendo assim, segue abaixo um exemplo de perguntas a serem respondidas pelo pesquisador de forma a facilitar a estruturação de seu trabalho.

tableTal estrutura, como dito anteriormente, não precisa ser seguida à risca, devendo ser utilizada para ajudar o pesquisador. Entretanto, não é só importante determinar o que é uma tese, como também o que não é. Exemplos:

  • Uma Tese não é um diário do trabalho a ser feito. Não importa o quão brilhante tenha sido a sua pesquisa, o mais importante para a aquisição do título de Doutor é a Tese.
  • Uma Tese não é um acúmulo de artigos. Seus artigos podem ser inspiração para sua Tese, mas não a Tese em si.
  • Uma Tese não é uma “caminhada solitária”. É de extrema importância ter outras pessoas envolvidas, nem que seja para revisão ou tradução para outro idioma. O pesquisador está por demasiado envolvido com sua pesquisa para reconhecer os erros cometidos. É importante também lembrar que a Tese foi feita para o leitor, e não para quem a escreve. Sendo assim, ter alguém revisando sua pesquisa é uma forma de perceber se a mesma está sendo clara.

Por conta desse último tópico, muitos pesquisadores buscam serviços de revisão e tradução especializados. A tradução das Teses para a língua inglesa também é extremamente importante para o reconhecimento das mesmas. Sendo assim, muitos pesquisadores buscam serviços de correção em inglês para a revisão de sua Tese.

Em conclusão, é importante a estruturação correta de sua Tese para que a mesma seja escrita de forma mais clara para o leitor.

Referências:
Anterior
Requisitos para a submissão de artigos em periódicos científicos
Próximo
Os 10 Periódicos com maior Fator de Impacto de 2011

Escreva seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *