10 razões pelas quais os artigos científicos são rejeitados

30 July 2013  |  Postado em Dicas para Autores, Pensando em Submeter seu Artigo?, Quer Publicar? O que devo saber?   |  Sem Comentário  |  Faça um Comentário

No ambiente científico, a notoriedade de um pesquisador está relacionada à sua produção científica. Ele é avaliado pelos artigos científicos publicados, projetos desenvolvidos, trabalhos apresentados em congressos, pelas participações em grupos de pesquisa e demais atividades que tornem sua investigação conhecida. Entretanto, a maior visibilidade às pesquisas é dada pelos artigos científicos publicados em periódicos de reconhecimento nacional e internacional. É importante para o pesquisador conseguir que sua produção seja publicada em um periódico de alto impacto, para que ela seja, de fato, divulgada.

Quando um artigo é submetido a um processo de análise por um periódico, são três os possíveis resultados desta avaliação: aceito, aceito com modificações ou rejeitado. A seguir, serão listadas as 10 maiores razões pelas quais os artigos científicos são rejeitados pelos periódicos.

1) Escolha errada de periódico

Periódicos não recebem artigos fora do seu âmbito de interesse.  Felizmente tal causa de rejeição pode ser facilmente evitada.

2) Formato incorreto

Alguns autores submetem artigos que não são condizentes ao que o jornal publica em formato, tamanho ou estilo.

3) Não seguir as instruções do periódico

Muitos pesquisadores cometem esse erro. Sendo assim, é muito importante uma leitura detalhada das regras do periódico escolhido antes de submeter os artigos científicos para avaliação.

4) Escrita ruim

Uma escrita muito complicada prejudica a capacidade do leitor de compreender e apreciar a mensagem de um autor. Assim como ocorre em outras formas de comunicação, a forma de se expressar mais simples e direta é sempre melhor.

5) Se deixar levar pelo assunto

Muitas vezes os autores divagam em seu texto e incluem material irrelevante e redundante. A discussão do assunto deve ser concisa e não deve alongar-se mais do que o necessário.

6) Forma incorreta de apresentar os resultados

Um erro comum cometido pelo pesquisador que pode influenciar desfavoravelmente os revisores e editores é colocar comentários interpretativos na parte de resultados do artigo.

7) Descrição inadequada dos métodos

É melhor colocar muita informação na explicação dos métodos do que ser muito breve. Detalhes considerados desnecessários sempre podem ser removidos antes da publicação.

Rejection8) Projeto de estudo deficiente

Essa tende a ser uma falha fatal depois que o estudo já foi completado. Nenhuma revisão poderá mudar o fato de que o estudo utilizou, por exemplo, um modelo errado, um projeto deficiente, que os dados foram coletados de forma a não permitir uma análise significativa da hipótese, ou que foram feitas poucas medições para permitir conclusões seguras.

9) Falha ao revisar e reenviar o artigo após a revisão

Ao submeter novamente o artigo científico, o autor deve incluir uma carta detalhada para o editor listando os pontos levantados pelos revisores e como (ou se) cada um deles foi abordado na revisão.

10) Dificuldade de escrever e submeter um artigo completo após apresentação do resumo

Os resumos apresentados são publicados, mas essa publicação não faz com que o trabalho se torne disponível para a comunidade científica.

Tais razões de rejeição são muito comuns e, por conta disso, muitos autores procuram serviços especializados para auxiliá-los. Empresas com pofissionais treinados auxiliam muitos autores com Serviços de Suporte à Publicação e, caso o autor deseje publicar seu artigo científico em periódicos internacionais, Serviços de Tradução e Revisão de Inglês Acadêmico-Científico.

Referências:

Anterior
Sugestões para quem vai começar o Doutorado
Próximo
Como fazer um pôster para um Congresso

Escreva seu comentário

Seu endereco de email nao sera publicado. Os campos marcados por * sao obrigatorios.