Como escrever uma boa biografia acadêmica (parte 1)

17 April 2019  |  Postado em Manuscript & Grants, Reporting Research   |  Sem Comentário  |  Faça um Comentário

Quando uma revista aceita um artigo seu ou você está se preparando para uma apresentação pública, muitas vezes pedirão que você escreva uma breve biografia acadêmica. Para muitas pessoas, essas biografias acadêmicas são mais difíceis de escrever do que uma dissertação! Como resumiria você e o seu trabalho em 3 ou 5 frases? O que você precisa incluir? O que você deve omitir?

O que você deve fazer

  1. Comece com o seu nome completo, seguido por sua posição atual, seus interesses gerais e seu projeto atual, mantendo-os todos muito breves.
  2. Se você recebeu um prêmio de prestígio há menos de um ano, mencione isso também.
  3. Finalmente, termine com uma frase que seja pessoal: adicione um hobby, o nome de animal de estimação, a cidade em que você mora – algo que seja pessoal, mas não demasiado privado, e que se sinta à vontade para mencionar.

O que você deve evitar

  1. Evite falar na primeira pessoa, ou seja, não use “eu”.
  2. Não divulgue detalhes além de sua posição atual.
  3. Em uma biografia mais longa, ou seja, de vários parágrafos, você até pode adicionar mais prêmios e informações sobre seus diplomas de mestrado e licenciatura, contrariamente a uma pequena biografia. Além disso, não acrescente nada que tenha acontecido antes da pós-graduação – incluindo seu local de nascimento. Por exemplo:

Olá! O meu nome é Scott. Eu sou original de Vermont e agora sou professor na North Yankee University em Fargone, Nova York (interior do Estado de Nova York). Eu estudo os padrões de migração dos antílopes e seu impacto no crescimento de grão nativo. Meu interesse por antílopes começou quando adolescente ao ver pela primeira vez um antílope selvagem. Sou formado em Biologia na SUNY, fiz o mestrado na UCLA e doutoramento em Florestamento no Hunter College.

Related: Finished drafting your academic biography and heading for an international conference?

O exemplo acima é casual demais e o trabalho e a posição atual de Scott são ofuscados por todos os outros detalhes aleatórios. Isso pode ser escrito de uma forma melhor:

Scott Sampson é professor de Biologia da Vida Selvagem na North Yankee University. Seu trabalho se enfoca especificamente nos padrões de migração de antílopes e seu impacto no crescimento de grão nativo. Seu lugar favorito para fazer pesquisas é o seu quintal, que se abre para a Floresta Nacional de Akron.

Essa versão improvisada é concisa e relevante, e faz com que a biografia de Scott pareça profissional, ao mesmo tempo em que fornece uma breve descrição de seus detalhes pessoais.

Biografias mais longas

Para biografias mais longas, siga as mesmas regras básicas, mas forneça mais detalhes sobre seu trabalho, sua educação e seus futuros projetos ou interesses. Você também pode pensar em acrescentar uma linha sobre sua família direta. Porém, como sempre, deixe os dados pessoais para uma menção curta e amigável no final da biografia.

Principalmente, sua biografia será usada por alguém para apresentá-lo numa conferência ou evento público, assim, se você escrever sua biografia usando essas dicas, você ajudará essa pessoa a apresentar-lhe de uma forma suave e precisa. Lembre-se de que a sua biografia é a primeira coisa que as pessoas ficam sabendo sobre você, então coloque nela as coisas mais importantes a seu respeito!

Se você quiser saber mais sobre diferentes formatos de biografia acadêmica, leia o próximo artigo nesta série!

Anterior
Como evitar o plágio em trabalhos de pesquisa (parte 1)
Próximo
Resumo e introdução: você sabe a diferença?