Tradução reversa: Um método ainda pouco conhecido preferido pela medicina

A tradução reversa, ou back translation, é uma modalidade de tradução consideravelmente recente e, por isso, ainda não muito compreendida por muitas pessoas. Tal metodologia pode ser entendida como um processo de checagem que completa a tradução convencional, incluindo em torno de três etapas:

(1) retro tradução;
(2) comparação e; possivelmente,
(3) adaptações finais.

Para entender melhor o processo como um todo, imagine que você quer traduzir um documento do português para o inglês. Caso seja aplicada a back translation, vai funcionar assim:

  • Tradução convencional: um tradutor A realizará a tradução inicial para o inglês, criando um segundo manuscrito;
  • Etapa 1 da tradução reversa: um tradutor B vai pegar esse manuscrito e o retraduzirá para o português, gerando um terceiro
[Continue Lendo]

Será que a tradução convencional é suficiente para a publicação de pesquisas?

TraduçãoA tradução convencional ou de primeiro nível consiste em um simples processo no qual uma pessoa bilíngue reescreve determinado texto em outra língua. Quando há a mera necessidade da compreensão de informações em outro idioma, esse processo pode ser perfeitamente aceitável, justificando a sua ampla utilização.

Tratando-se da publicação de pesquisas como artigos científicos ou técnicos em respeitáveis periódicos internacionais, no entanto, as exigências são muito maiores. Pesquisas recentes como “O Desafio de Pesquisar e Publicar em Revistas Científicas: A Perspectiva de Editores e Revisores Internacionais” do Center of Research in International Business & Strategy demonstram que fazer publicações em renomadas revistas e periódicos é cada vez mais concorrido. O processo é demorado e chega a alcançar taxas … [Continue Lendo]