Diferença entre “uso justo” e plágio

ctrlcctrlvEmbora a definição de plágio seja de conhecimento geral, as gradações entre esta prática ilegal e as diferentes formas de apropriação de conteúdo de terceiros de forma legal são bastantes nebulosas, confusão que se aplica aos contornos do chamado “uso justo” ou “doutrina do uso justo”. Afinal, o quanto é possível apropriar-se do conteúdo de terceiros – com atribuição de autoria – sem incorrer em plágio? A definição de uso justo se refere ao uso legal, ético e limitado de materiais que possuam o chamado copyright sem que seja necessária a autorização do detentor dos direitos autorais. Quatro aspectos quanto as diretrizes de uso de materiais com copyright devem ser observados para garantir a doutrina do uso justo:

Propósito [Continue Lendo]