Seria a internaciolização o Santo Graal da indústria de tradução?

25 July 2017  |  Postado em Curiosidades da Linguagem, Tradução   |  Sem Comentário  |  Faça um Comentário

A tradução não é uma tarefa fácil. Qualquer especialista diria que não existe tradução perfeita, os tradutores buscam as melhores soluções para determinados contextos. Com a expansão das relações comerciais, surge a necessidade de internacionalizar não só materiais de comunicação, mas de uso cotidiano, como os softwares.

O que é internacionalização?

Qualquer produto lançado no mercado internacional precisa obedecer a certos requisitos de qualidade. Por essa razão, considerar os idiomas a serem trabalhados é uma estratégia importante desde a estruturação de um software.Vários aspectos mecerem atenção: padronização de números, horas, endereços e calendários. A internacionalização torna o software neutro e flexível em relação à cultura e aos sistemas econômico e jurídico de um país.Além de adaptar o programa para circulação em diferentes localidades, a internacionalização reduz o tempo e os custos do processo de localização.

 

Onde está o Brasil no cenário da internacionalização?

A internacionalização não tem grande representatividade no Brasil. Pesquisas apontam que apenas 2% dos softwares brasileiros são direcionados ao mercado exterior. Os empresários podem se sentir confortáveis com essa escolha devido à extensão do mercado nacional, que assegura uma demanda constante. Adequar um produto para o mercado internacional sob um ponto de vista cultural e linguístico é, com certeza, uma tarefa difícil, internacionalizá-lo parece ser a via mais simples para ter uma transição suave para o mercado mundial.

 

Anterior
Passos importantes para publicar o seu artigo
Próximo
Incentivo à pesquisa científica brasileira

Escreva seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *