Requisitos para a submissão de artigos em periódicos científicos

06 February 2013  |  Postado em Pensando em Submeter seu Artigo?   |  Sem Comentário  |  Faça um Comentário

Para que um artigo seja aceito em um periódico classificado como A1 pelo programa de qualidade da CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), é necessário que o mesmo esteja em conformidade com requisitos pré-definidos. Formatar e submeter um artigo corretamente são trabalhos que demandam tempo, dedicação e muita atenção por parte do pesquisador.

Primeiramente, é imprescindível que as normas para a publicação do artigo, geralmente contidas nos websites dos periódicos científicos, sejam identificadas e seguidas, para que a formatação seja feita de forma correta. Uma formatação feita de forma incorreta pode ser a diferença entre a aceitação ou não do referido artigo. No Brasil a exigência é de que o pesquisador utilize as normas determinadas pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), mas em periódicos internacionais é importante observar as regras que os regem. Outro detalhe que não deve ser esquecido é a escrita correta do artigo na língua em que for submetido, para que não haja erros gramaticais.

Detalhes como tamanho da fonte, espaçamento entre linhas e numeração de páginas são indispensáveis. É necessário também ater-se a como as normas do periódico escolhido determinam como figuras e tabelas serão apresentadas e como a bibliografia será organizada. Notas de rodapé e referências também possuem formatação própria.

É imprescindível também que o pesquisador tenha obtido permissão para reproduzir conteúdo de terceiros, para que não haja problemas com copyright, muito comuns na área acadêmica e muito combatidos. Há regras específicas para citações de trabalhos nos quais o pesquisador se inspirou para fazer sua pesquisa.

Tais normas existem e são rígidas para que o nível de excelência dos periódicos científicos seja mantido. Por conta disso, alguns pesquisadores podem achar difícil ater-se a tantos detalhes. Isso ocorre porque o pesquisador está envolvido com sua pesquisa e, por conta disso, pode deixar de vislumbrar detalhes importantes que podem pesar no momento em que seu artigo estiver sendo avaliado por um desses periódicos.

Por conta disso, muitos pesquisadores têm recorrido a revisores. Esses profissionais, em sua maioria, são doutores, mestres e especialistas em suas áreas de conhecimento e, portanto, estão acostumados a lidar diariamente com a linguagem acadêmica exigida pelos periódicos. Além disso, por não estarem envolvidos com a pesquisa em questão, podem identificar e corrigir os erros cometidos.

Atualmente no mercado há empresas cujo trabalho consiste em revisar artigos científicos. Essas empresas contam com um grupo de profissionais especializados e conhecedores das normas de submissão de artigos científicos para auxiliar o pesquisador na publicação de seu artigo.

Sendo assim, conclui-se que, antes que um artigo seja submetido ao crivo dos editores de periódicos reconhecidos pela comunidade científica, normas muito específicas e rígidas devem ser observadas e, por vezes, será necessário recorrer a revisores profissionais comprometidos com a qualidade para que o artigo esteja em condições de ser publicado.

Referências:
Anterior
Formatação de artigos como requisito essencial para publicação em revistas científicas
Próximo
Como estruturar minha Tese de Doutorado

Escreva seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *