Pensando globalmente: a tradução como estratégia de alcance global

internationalbusiness_bannerO sonho de tornar o negócio global já é realidade para muitas organizações. As empresas que chegaram a esse patamar sabem que o caminho começa com um processo central: a tradução. Ela é a chave para a localização do seu negócio em mercados internacionais e a estratégia mais básica para conquistá-los.

A localização é uma tendência amplamente adotada pelas grandes empresas atualmente. Além de incluir a tradução propriamente dita, envolve a adaptação do conteúdo à cultura do país alvo, incorporando seus sistemas de pesos e medidas, sua padronização de data e hora, moeda, legislação, entre outras variáveis. A estratégia auxilia diretamente na penetração da empresa ao novo mercado.

Como você já deve imaginar, a tradução para negócios não é algo muito simples. Se você está na fase inicial de expansão, entenda que uma tradução mal feita pode gerar efeitos contrários e transmitir uma imagem de falta de profissionalismo. Diferentemente das traduções ordinárias, a tradução para expansão do negócio requer doses extras de planejamento e investimento. É importante ter bem definido o que precisa ser traduzido, de que forma e por quem.

De acordo com a matéria “Language Translation: What Global Companies Should Know” (Tradução de Idiomas: O Que as Empresas Globais Devem Saber) do Business News Daily, o processo de tradução para atingir novos locais geográficos deve ser entendido como um projeto que envolve diferentes partes. Robert Laing, CEO e co-fundador da Gengo, aconselha: você pode usar tradução de alto nível para seus anúncios publicitários e conteúdos criativos, tradução automática para uso interno e tradução crowdsourced (tradução colaborativa) para conteúdos gerados pelos usuários. Desta forma, haverá uma otimização de tempo e custos alocados.

As dicas de Laing deixam claro que a necessidade de tradução não se resume apenas ao site da empresa. Se deseja internacionalizar o seu negócio, você deve estar preparado para lidar com aspectos como a comunicação com os novos clientes em seu idioma nativo, a documentação requerida para operar em determinado país, dentre outros.

Sim, vai dar bastante trabalho! Mas a oportunidade de duplicar, triplicar ou até mesmo quadruplicar o seu mercado consumidor é indiscutivelmente única.

O inglês já é um idioma central há um bom tempo. Empresas de quaisquer nacionalidades que conseguem operar nessa língua abrem as portas para praticamente todo o hemisfério norte e parte do hemisfério sul. Mesmo assim, muitas organizações cuja língua oficial é o inglês, já entenderam a necessidade de adaptar seus produtos e serviços a outros idiomas. Imagine se gigantes como Google e Facebook não operassem em português… Será que eles teriam conquistado o mesmo número de usuários que possuem hoje no Brasil? Certamente não.

O Coursera, por exemplo, disponibiliza a navegação do site em português. Porém, vários dos cursos oferecidos ainda possuem recursos de traduções bem limitados, o que restringe o conteúdo disponível para quem não compreende inglês. Para sentir a receptividade instantânea proporcionada pela tradução, verifique a imagem da página inicial dessa empresa nos dois idiomas:

Coursera2 Coursera1

 

 

 

 

A seguir, compare a acessibilidade do conteúdo em diferentes línguas:

Lista_Idiomas

Agora pense na China, que habita “só” aproximadamente 1/4 da população mundial e possui aproximadamente apenas 1% de falantes de inglês. Para dados de outros países, confira esse artigo da Wikipédia.

A grande fatia da população mundial que não fala a sua língua acaba por ficar de fora do seu mercado consumidor, sem acesso aos seus produtos e serviços. As empresas que se comunicam com os consumidores em suas línguas nativas são imensamente mais acessíveis e transmitem mais confiabilidade.
Pense nisso e torne o seu negócio global!

 

Anterior
Como estruturar sua dissertação
Próximo
Porque não estamos prontos para uma mudança radical nos processos de publicação científica

Escreva seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *