Onde e Como Obter Financiamento Científico

15 March 2016  |  Postado em Dicas para Autores, Mundo Editorial Científico, Quer Publicar? O que devo saber?   |  Sem Comentário  |  Faça um Comentário

cofreJovens cientistas podem sentir dificuldade para obter a aprovação de financiamentos no começo de suas carreiras, muitas vezes por não saber como esse processo funciona e também pela falta de experiência.

Os financiamentos podem ter origem em fundos públicos, privados ou em parcerias público-privadas. O que define qual deles será o mais adequado para a sua pesquisa é o foco da investigação, a abrangência do tema, o impacto econômico e social dos potenciais resultados, o tempo de desenvolvimento e os custos previstos.

Mas você deve estar se perguntando como encontrar esses programas de financiamento e o que precisará fazer para conseguir a aprovação da sua pesquisa. Abaixo, listamos algumas informações que poderão ajudá-lo:

  • Observe os editais de chamada: sempre que os órgãos disponibilizam financiamentos, eles publicam as condições para inscrição nos meios de comunicação. Pode ser que antes que o edital seja divulgado, a instituição já informe sobre a futura veiculação por meio de nota. Os pesquisadores podem aproveitar esse tempo extra para adequar o projeto aos critérios da instituição.
  • Não perca o prazo: as datas para submissão, avaliação, divulgação de resultados e para pedidos de recurso costumam ser rígidas e dificilmente serão ampliadas. Não subestime esse aspecto para não perder oportunidades.
  • Deixe o pré-projeto pronto: essas informações preliminares sobre a pesquisa são extremamente importantes e serão analisadas pelos avaliadores. Nem sempre o prazo entre a abertura do edital e o fechamento das inscrições é suficiente para escrever o pré-projeto da maneira desejada. É por isso que você deve determinar a pesquisa que deseja realizar, pesquisar o tipo de financiamento mais adequado a sua proposta e preparar o texto de acordo com as exigências da instituição competente. Para acessar essas informações, basta estudar os editais anteriores, eles poderão indicar o que poderá ser solicitado nas próximas seleções.

 Instituições que apoiam e financiam pesquisas

 No Brasil, o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), as FAPs (Fundações de Amparo à Pesquisa) e a Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) são os principais responsáveis pela distribuição de recursos para financiamento de pesquisa. Existem ainda outras entidades que podem contribuir com o seu projeto. A Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), por exemplo, oferece bolsas para Iniciação Científica; Mestrado; Doutorado; Doutorado Direto; Pós-Doutorado; Treinamento Técnico; na modalidade Jovem Pesquisador; para pesquisas que contribuam com a qualidade do Ensino Público; para projetos de Jornalismo Científico; para despesas de participação em cursos; para inovação científica em Pequenas Empresas e ainda Bolsa Estágio de Pesquisa no Exterior (BEPE) e Bolsa de Pesquisa no Exterior (BPE). Informações como essa, além de muitas outras, poderão ser encontradas nos sites das instituições que mencionamos. Além destas, você poderá procurar por financiamentos em órgãos como o WWF-Brasil, o DAAD (Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico) e o MSCA (Ações Marie Skłodowska-Curie). Há uma infinidade de empresas e de órgãos interessados em investir em pesquisas científicas, você só precisa encontrar aquele que melhor se ajustar ao seu projeto.

Anterior
As consequências da fraude acadêmica
Próximo
Acesso Livre a Artigos Científicos

Escreva seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *