O cliente tem sempre razão?

14 July 2017  |  Postado em Curiosidades da Linguagem, Tire suas dúvidas   |  Sem Comentário  |  Faça um Comentário

O ditado “o cliente tem sempre razão” é comum entre grande parte das empresas. Como elas, as agências de tradução também querem manter o fluxo de clientes, mas será que a política da aceitação é a melhor estratégia para isso?

O Prazo

A tradução de alta qualidade exige tempo. Há um conjunto de etapas pelas quais qualquer projeto precisa ser submetido para garantir um bom resultado.

Ao analisar a viabilidade de uma contratação, é preciso diferenciar prazos apertados de prazos irracionais. A diferença entre eles é que o primeiro tipo é viável e não interfere no trabalho da equipe

Quando o prazo pode comprometer o processo, o ideal é esclarecer isso ao cliente. A honestidade fará com que falsas expectativas sejam evitadas .

O Preço

Determinados projetos podem custar mais do que o cliente planeja, mas as agências de tradução não podem diminuir os custos sem diminuir o número de funcionários envolvidos no processo ou sem diminuir o tempo que será dedicado exclusivamente ao projeto. O cliente deve ser alertado sobre os fatores que podem influenciar na definição de preços: um original bem escrito facilita a vida dos tradutores e necessita de menos intervenções; prazos muito curtos exigem esforço extra e aumentam o orçamento; o texto tem muitas imagens? Qual o formato original? Expor os critérios utilizados ao cliente permite que ele planeje o trabalho com segurança e pode auxiliar na criação de um relacionamento de confiança com a empresa.O cliente pode sim ter sempre razão, mas ele precisa saber quais características serão influenciadas para que todos os seus desejos sejam atendidos.

Anterior
Trabalho ou paixão? A carreira de um tradutor profissional
Próximo
O que é a “Ética na Pesquisa”?

Escreva seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *