Fator de Impacto e sua importância em artigos científicos

06 February 2013  |  Postado em Mundo Editorial Científico   |  Sem Comentário  |  Faça um Comentário

Ao escrever um artigo científico, o pesquisador deve considerar não apenas a escrita ou a correta formatação do texto, como também o chamado Fator de Impacto. Tal fator é essencial na hora de determinar em qual periódico o artigo será publicado

Fator de Impacto é uma medida estabelecida para determinar o número médio de citações de artigos científicos publicados em um determinado periódico. Foi criado por Eugene Garfield, o fundador do Institute for Scientific Information (ISI), que hoje faz parte da Thomson Reuters Corporation. Todos os anos, desde 1972, os FI dos periódicos são calculados e indexados ao ISI e, após cuidadosa classificação, são publicados no Journal of Citation Reports (JCR). A medida FI é frequentemente usada na avaliação do impacto e da importância que um determinado periódico tem dentro de sua área. Sendo assim, os periódicos com FI alto são considerados mais importantes do que aqueles com FI baixo.

Sendo assim, matematicamente, o FI de um periódico em um dado ano é calculado como o número médio de citações dos artigos que foram publicados durante o biênio anterior. Exemplificando o que foi exposto, segue abaixo o cálculo do FI de um periódico hipotético do ano de 2012:

  • Valor “A”: número de vezes em que os artigos publicados em 2010 e 2011 foram citados por periódicos indexados durante o ano de 2012.
  • Valor “B”: número total de “itens citáveis” (resumos e notas de congressos, revisões e artigos. Não são consideradas cartas ao editor e editoriais) publicados em 2010 e 2011.
  • Fator de Impacto de 2012: A/B

Portanto, colocando em números a fórmula acima, digamos que no periódico hipotético foram publicados 250 artigos científicos no biênio de 2010-2011. Se no ano seguinte (2012) estes mesmos artigos receberam 770 citações, o FI do periódico em 2012 será 770/250 = 3,08.

Um fator importante a ser considerado é que o FI de 2012 só será publicado em 2013 e o mesmo não pode ser calculado até que todas as publicações de 2012 tenham sido recebidas pela agência de indexação.

É importante ressaltar que novos periódicos só podem receber seus FI após dois anos de indexação. O JCR inclui apenas FI de cinco anos. A base de dados Web of Knowledge indexa cerca de 9.000 periódicos de 60 países diferentes.

Conhecer a importância do FI para sua pesquisa é o primeiro passo do pesquisador. Entretanto, alguns pesquisadores não possuem tempo ou conhecimento para avaliar o FI dos periódicos, afim de escolher o mais adequado para sua publicação. Por conta disso, já é possível encontrar na internet serviços de revisão de textos em inglês e correção de texto, onde profissionais especializados podem, além de realizar o trabalho de revisão em si, pesquisar o FI de diversos periódicos na área científica escolhida para auxiliar na escolha do mais adequado para publicação.

Referências:
Anterior
Como planejar uma Tese de Doutorado
Próximo
Como escolher o formato de arquivo correto para seus artigos científicos

Escreva seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *