Estratégia de publicação para a sua pesquisa

estrategia-de-estudoO aumento no número de cientistas somado às melhorias na formação profissional e ao maior refinamento das pesquisas têm tornado o meio acadêmico cada vez mais competitivo. É preciso estar sempre preparado para conseguir bons cargos e financiamentos para pesquisas. Uma das formas mais eficazes para isso é a publicação em periódicos respeitáveis. Diante de uma banca de avaliação, seja numa seleção de pós-graduação, em um concurso para professor ou pesquisador ou ainda em uma concorrência para financiamento de pesquisa, tão importante quanto o número de artigos, é o prestígio das revistas nas quais você publicou. Por isso, ter uma boa estratégia de publicação é fundamental para garantir uma carreira promissora.

Traçando sua estratégia

Uma dica é sempre escolher ao menos dois periódicos para a submissão de um trabalho: o periódico A é o seu objetivo, caso o artigo não seja aprovado nele, o periódico B (uma revista adequada, assim como a primeira opção) será utilizado. Além disso, você poderá desenvolver uma estratégia mais sofisticada para publicação e que considere outras variáveis:

1) Reconheça suas limitações: a eliminação de periódicos fora do seu alcance lhe poupará tempo e frustrações desnecessárias. A começar por aqueles que exigem uma titulação que você não possui, ou que costumam dar preferência a pesquisadores mais experientes. Desse modo, exclua as opções que são inatingíveis neste momento e continue buscando revistas de qualidade nas quais você esteja apto a publicar.

2) Informe-se: pesquise e reúna o máximo de informações sobre os principais periódicos de sua área e aqueles nos quais você pretende publicar. Concentre-se em indicadores de qualidade, como o impacto na área, as taxas de aceitação, o número de retratações de pesquisas publicadas, o prestígio dos cientistas que publicam na revista etc. Não se esqueça, por exemplo, de consultar o WebQualis para saber o conceito do periódico no índice nacional.

3) Apresente uma boa justificativa: para cada periódico, escreva uma justificativa que sustente a pertinência e o mérito de sua pesquisa em relação ao escopo da publicação. Ter uma justificativa bem fundamentada lhe ajudará a defender o artigo de forma mais consistente diante de uma rejeição mal fundamentada.

4) Atenção às normas: uma vez que os periódicos tenham sido selecionados, não se esqueça de ler as exigências de cada um. O universo da publicação acadêmica é bastante heterogêneo, por isso é preciso estar atento aos detalhes para evitar que o trabalho seja rejeitado por não obedecer às normas da revista. Lembre-se que esse é o primeiro critério para a eliminação de um artigo.

5) Atenção aos pormenores da coautoria: as regras de cada publicação para a definição de coautoria são outro ponto importante. Alguns periódicos limitam o número máximo de pesquisadores que podem assinar como coautores de um trabalho, enquanto outros podem exigir que a colaboração de cada autor seja explicitada.

O sucesso vem da preparação

Em um cenário tão competitivo, uma pesquisa inovadora já não é garantia de publicação. Para os iniciantes, recorrer a periódicos medianos e à participação como colaboradores numa grande equipe de pesquisa pode ser um bom plano. As revistas de acesso livre também podem ajudar, embora esse nicho seja amplo e heterogêneo, o que exigirá uma pesquisa prévia para avaliar os títulos mais conceituados. De modo geral, reservar um período para planejar detalhadamente suas estratégias de publicação poderá, em longo prazo, destacá-lo entre os demais e auxiliá-lo no fortalecimento de sua carreira.

 

Anterior
Você está Preparado para Cursar a Pós-Graduação?
Próximo
Regras de Publicação em Periódicos

Escreva seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *