Como o TEP garante uma tradução de qualidade

TEPQuem deseja contratar ou já contratou um serviço de tradução de textos acadêmicos já pode ter ouvido falar em TEP. Esta sigla vem do inglês Translation-Editing-Proofreading (Tradução, Edição, Revisão), as três fases pelas quais passam qualquer tradução bem feita. Mas, será que você sabe mesmo  o que isso significa?

Como funciona o  método TEP

Como todo processo de produção, o  método TEP conta com etapas muito bem demarcadas. Assim, quando um tradutor disser que vai traduzir seu texto usando o TEP, significa que ele irá fazer o seguinte:

1 – Traduzir seu texto para a língua solicitada.

2 – Editar o seu texto após a tradução, com o objetivo de tornar o mesmo mais agradável de ler e mais natural do ponto de vista linguístico e de estilo.

3 – Revisar o texto, e com isso evitar que erros de digitação, gramaticais e ortográficos passem desapercebidos.

Para traduções que precisam ser feitas em prazos curtos, cada uma dessas fases, possivelmente, será feita por uma pessoa diferente, já que é difícil  identificar e corrigir os próprios erros sem deixar o texto de lado por algum tempo.

Por outro lado, caso a tradução esteja sendo feita por uma única pessoa, essas etapas serão realizadas em turnos ou dias diferentes, para garantir a qualidade do resultado final.

Vantagens de contratar seviços de tradução TEP

O método TEP precogniza a ideia de que uma tradução de qualidade é resultado de muito mais do que checar palavras no dicionário. Para garantir que o produto final atinja seu objetivo de ser lido e admirado, é  preciso revisitar o textos mais de uma vez, editá-lo, e depois revisá-lo.

De uma forma simples e direta, o TEP garantirá que a sua tradução tenha duas qualidades essenciais:

l – Não tenha erros de qualquer tipo

lI – Conte com um estilo profissional de redação

Ou seja, como o seu texto irá passar por três fases distintas, ele será revisto três vezes, no mínimo. Dessa forma, será aperfeiçoado e checado com mais cuidado. Já um texto traduzido e finalizado em uma única etapa terá sido considerado apenas uma vez, e  erros podem acabar sendo ignorados e melhorias não terão sido feitas.

Por que o TEP garante uma tradução de qualidade?

Você pode estar pensando que seu texto já é bom o suficiente e que não precisa de edição. E também que revisar o texto depois é obrigação de qualquer profissional de respeito.  Em outras palavras, você não concorda que deve pagar mais por esse tipo de serviço.

Em primeiro lugar, mesmo que seu texto esteja perfeito, lembre-se de que ele está em outra língua. Linguagem envolve fatores culturais desconhecidos por você (do contrário, você mesmo estaria fazendo a tradução) e, por isso, a edição é algo essencial para garantir que o seu texto seja compreendido no tom e da maneira que você quer.

E sim, revisão é parte mandatória do trabalho de qualquer tradutor. Mas, quando é dito que será utilizado o TEP, fica claro que isso não será feito apressadamente, muito menos pelo corretor ortográfico do processador de texto.

O trabalho oferecido é bem mais detalhado do que isso, pois um profissional ou empresa que usa o TEP, revela profissionalismo e cuidado com a qualidade do trabalho que entrega.

Em resumo

Quando for contratar um serviço de tradução, opte sempre por quem trabalha com o método TEP. Mesmo que o custo seja um pouco mais alto, o resultado final será muito melhor.

Do contrário, você corre o risco de receber um texto mal finalizado, e cuja publicação pode vir a ser rejeitada pelo veículo de seu interesse.

Anterior
Principais razões por trás do crescimento da publicação de pesquisas errôneas
Próximo
5 Motivos para ter um PhD no currículo

Escreva seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *