Como adaptar a tradução do seu documento ao leitor?

Time to AdaptNão é nenhuma novidade que o que é genérico não se aplica a muita gente. Em se tratando de conteúdo escrito, onde apenas o título pode ser determinante para a decisão de “será que vale a pena continuar lendo ou eu devo parar por aqui?”, essa situação se acentua. Se o conteúdo envolver a necessidade de tradução, o problema pode ser ainda maior devido às barreiras linguísticas. O fato é que o conteúdo precisa ser especialmente atraente para cativar o leitor, especialmente nos dias de hoje, com tanta informação disponível disputando a atenção de todos.

Ok, mas se o genérico não serve, surge então a pergunta: como adaptar a tradução dos documentos aos meus leitores?

O primeiro passo para essa façanha não tem relação com a tradução, mas sim com um princípio básico de mercado: conheça o seu leitor. Se os leitores forem pessoas físicas, descubra quais são os seus hábitos e as suas faixas etárias. Que tipo de conteúdo lhes interessa? Você precisa falar a linguagem deles! Se houver muita segmentação, você não terá muitas opções a não ser criar conteúdos específicos para cada parcela do seu mercado. Caso o seu público for formado por pessoas jurídicas, seja objetivo e forneça informações claras e úteis. Tenha em mente que a maioria das organizações não tem tempo para ficar lendo páginas e mais páginas.

Uma vez produzido o conteúdo original observando esses princípios, chega a hora da tradução. A escolha do tradutor ou da agência será crucial para os resultados do documento final traduzido. Como você busca obter um material específico para o seu público alvo, precisará de um (ou mais) tradutor que cumpra com esses três requisitos:

a) Falante nativo do idioma desejado e com competência comprovada (através de formação e experiência) no idioma do texto original;
b) Excelente entendedor da cultura do seu público alvo;
c) Especializado no assunto que o seu texto aborda.

Se essas características estiverem presentes, a fluência linguística e a adaptação do conteúdo aos leitores estarão garantidas. Com isso, você consegue uma maior receptividade e compreensão do que está querendo comunicar, o que é fundamental para que o seu material conduza aos resultados esperados.

Claro que não é fácil encontrar um tradutor que cumpra com todos esses requisitos. É por isso que, na maioria das vezes, o caminho mais fácil e seguro é contratar uma agência de tradução. Assim você pode focar no seu material e deixar que as agências façam o trabalho de selecionar os melhores tradutores para você.

Depois de ter escolhido a sua agência, colabore com ela. Forneça todos os detalhes pertinentes a respeito dos seus leitores e expresse claramente os seus objetivos. Com essas informações, os tradutores poderão trabalhar de forma mais direcionada e eficiente.

Por último, vá além dos documentos escritos. Imagens e vídeos são ótimas opções complementares. Caso eles não sejam uma opção, talvez você consiga mais destaque através de diferentes tamanhos, cores e estilos de letras. Use e abuse de todos os recursos disponíveis para aumentar o poder das palavras.

Anterior
Como escrever uma revisão de literatura científica
Próximo
Periódicos acadêmicos se tornaram um negócio e o efeito disso para os pesquisadores

Escreva seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *