10 perguntas para fazer numa entrevista acadêmica

entrevista-universidadeSempre que nos preparamos para uma entrevista o mais comum é pesquisarmos sobre técnicas de entrevista focando na melhor forma de responder as perguntas. Mas existe um momento em toda entrevista sobre o qual pouco se fala e que pode ser o diferencial do processo: o momento em que perguntam ao entrevistado se ele tem alguma pergunta a fazer. Na maioria das vezes, deixa-se passar esta oportunidade “em branco” por falta de preparo para lidar com a situação. A seguir, veja algumas sugestões sobre como se preparar não apenas para responder, mas também para perguntar numa entrevista acadêmica, seja ela de seleção de pós-graduação ou vaga para pesquisador, assistente e docente.

Como saber o que perguntar

Bem, as perguntas para a entrevista não podem brotar “do nada”, por isso mesmo para saber o que perguntar você deve fazer o seu dever de casa antes. Pesquise sobre a instituição, seu histórico e principais atributos, e depois vá aprofundando sua busca até mergulhar por completo nos pontos pertinentes à posição que almeja. É fundamental pesquisar especificamente sobre o programa e departamento ao qual pretende fazer parte, sendo que uma das melhores formas de fazer isso é buscar as biografias dos profissionais que fazem parte dele. Qual o perfil dos docentes e discentes? Sobre o que pesquisam? Que outros ambientes acadêmicos frequentam? De que projetos fazem parte? Por fim, pesquise em particular o perfil dos membros da banca que irá entrevistá-lo (caso os nomes sejam divulgados com antecedência), para ter uma noção da abordagem que guiará as perguntas da entrevista.

Estas informações permitirão que você seja capaz de formular perguntas para a entrevista bem embasadas para sua banca avaliadora, demonstrando que está plenamente ciente em relação ao entorno da vaga que pleiteia. Alguns questionamentos que você pode fazer diretamente à banca quando for interpelado:

1) Qual o perfil ideal buscado para ocupar a posição?

2) Qual o perfil geral do departamento?

3) Quanto tempo em geral levará para que eu possa conduzir um projeto/grupo de pesquisa?

4) Como meu projeto se insere no perfil do departamento? / o que mais impactou vocês em relação ao meu projeto?

5) Em quanto tempo vocês esperam preencher essa vaga? (caso isso não fique claro no edital)

Algumas destas perguntas, caso você tenha oportunidade de fazê-las especialmente no início ou ao longo da entrevista lhe permitirão entender melhor como funciona a seleção, quais suas reais chances e o que você pode destacar em seu trabalho e trajetória para se tornar um candidato mais competitivo.

Suas perguntas fazem parte da decisão

No processo de seleção, não se proponha a fazer perguntas apenas como forma de demonstrar mais interesse e foco para banca. Lembre-se que este processo de decisão afetará não apenas o destino do departamento ao qual você está pleiteando uma posição, mas, principalmente, sua vida! Por isso mesmo você deve pensar bem se esta vaga se encaixa em seu perfil e objetivos, e é pesquisando a fundo sobre ela e formulando perguntas que possam esclarecer suas reais dúvidas que você poderá escolher de forma mais embasada. Ou seja: desenvolver habilidades para entrevista é fundamental para escolher melhor dentre suas possibilidades.

Neste processo, além de formular perguntas para a banca e pesquisar sobre a instituição e departamento, vale entrar em contato com docentes ou discentes que já façam parte do departamento e propor-lhes perguntas, como:

6) Qual sua maior frustração com essa posição/instituição/departamento?

7) Você considera o futuro do departamento promissor? /em que posição você o vê daqui a cinco anos?

8) Como sua carreira progrediu desde que você chegou aqui e qual o papel do departamento nisso?

9) Foi fácil adaptar-se à rotina de trabalho/pesquisa aqui?

Diante de todas as respostas e informações que receber, direta ou indiretamente, a décima e mais importante pergunta deve ser feita a si mesmo: é esta posição mesmo que busca? / você está realmente interessado nela? Lembre-se que caso esta posição não pareça adequada a você, outras aparecerão, por isso, não tome nenhuma decisão que acredite ir de encontro a seus interesses e princípios e use as técnicas de entrevista a seu favor.

Anterior
Pesquisa-ação participante porque utilizar ou não
Próximo
Como escrever um bom resumo de pesquisa

Escreva seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *